A  C O M P O S T A G E M é um processo biológico 100% natural e sustentável de decomposição da matéria orgânica (restos de alimentos, por exemplo). Nesse processo são os micro-organismos que são responsáveis pela degradação do lixo orgânico e transforma-lo em adubo (composto orgânico). 

A compostagem é extremamente importante para a redução dos descartes orgânicos que são encaminhados diariamente para os aterros sanitários.

 

O que PODE entrar na composteira:

– Frutas, legumes, verduras, grãos e sementes;
– Saquinhos de chá, erva de chimarrão e borra de café (com filtro).
– Sobras de alimentos cozidos ou estragados (sem exageros) e cascas de ovos.
– Palhas, folhas secas, serragem, gravetos, podas de jardim.
– Papel toalha, guardanapos de papel, papel de pão, papelão, jornal.

 

Entre os benefícios da compostagem estão:

– DIMINUIÇÃO DA DEMANDA POR ATERROS SANITÁRIOS

Aumenta a vida útil dos aterros sanitários (local onde recebe a maioria do lixo da cidade).

– PRODUÇÃO DE ADUBO ORGÂNICO

 

Produção de adubo orgânico rico em nutrientes por meio da reciclagem da matéria orgânica.

 

– SUBSTITUI O USO DE ADUBOS QUÍMICOS NO MEIO AMBIENTE

 

Diminuindo o uso de adubos químicos promove-se uma alimentação mais saudável

 

– REDUZ A EMISSÃO DE GÁS METANO (causador do efeito estufa)

No processo de decomposição em compostagem ocorre somente formação de gás carbônico (CO2), água e biomassa (húmus), por ser um processo de fermentação que ocorre na presença de oxigênio, permite que não ocorra a formação de CH4 (gás metano), que é altamente nocivo ao meio ambiente, muito mais agressivo (23x) que o gás carbônico em termos de efeito estufa.